1

03 outubro 2015

#Resenha: Cidade de Vidro - Cassandra Clare


Ficha Técnica
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Ano: 2012
Número de páginas: 476
Assuntos: Ficção, Fantasia, Suspense, Romance
Adquira: Submarino, Americanas
Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.
~  ~   *  *  *   ~  ~

Novos desafios surgem, e o mal aparece em uma forma familiar mas que não pode ser reconhecida. Novas revelações, desilusões, alegrias e tristeza....... é bom preparar os lenços de papel...

Como no volume anterior, Cidade de Vidro da continuidade a partir dos acontecimentos presentes no final de Cidade das Cinzas.
Clary que ir até Idris para encontrar o feiticeiro Ragnor Fell, ao qual, Madeleine diz ser capaz de desfazer o feitiço de Joselyn e trazê-la de volta. Jace é totalmente contra, pois acha que Clary não estará segura lá, mas a teimosia da garota é inabalável. Demônios ou membros do Submundo não podem entrar em Idris por causa das barreias mantidas pelas Torres Demoníacas, então Luke e Simon não podem ir com ela.
Segundo os Lightwoods, eles só terão permissão para entrar em Alicante, centro de Idris, se Clary for junto, mas Jace ainda não está convencido em deixá-la ir, então resolve chamar Simon e tentar convencê-lo a mentir para os Lightwood dizendo que Clary desistiu da viagem. Como ele se recua, os dois começam uma discussão. Do nada se ouve gritos e ao correrem para ver o que estava acontecendo, se dão conta de que estão sendo atacados por um grupo de renegados...

"Talvez Jace estivesse certo. Talvez ela fosse precipitada e imprudente. Talvez nunca pensasse sobre os impactos de suas atitudes sobre as pessoas que amava. O rosto de Simon apareceu em sua frente, nítido como uma foto, em seguida o de Luke...". Pág. 125

Fazia tempo que não me deliciava com mais uma história sobre os Caçadores de Sombras!
E para minha surpresa, como já havia lido em várias opiniões, esse foi um dos melhores da série e o que demonstrou mais impacto na história.
Acredito que por ser o 3º livro da série, Cassandra pode explorar mais a história, conseguindo expandi-la, mostrando o quão grande pode ser a dimensão dos segredos e da própria história. Além de manter o constante desenvolvimento dos personagens e também dos mistérios, que vão evoluindo e revelando novas hipóteses.
Achei interessante os métodos que usou para explicar certas coisas, mesmo que algumas, principalmente as revelações sobre o Sebastian, que logo depois da primeira pista já dava uma ideia do que ele era. Vários elementos que nem chegaram a passar pela minha cabeça foram acrescentados a trama, que abriu uma nova gama de possibilidades da mesma.

"- Não pode fazer isso - disse Simon. - Ninguém vai acreditar nessa história.
- As pessoas acreditam no que querem acreditar - disse Aldertree -, e a Clave quer um culpado. Posso oferecer isso a eles. Só preciso de você." Pág. 104

Jace e Simon são uma dupla fantástica! Não me aguento com esses dois, principalmente quando um implica com o outro, as piadas e sarcasmo do Simon são os melhores. Para os fãs de Alex e Magnus Bane, as novidades são boas S2
E é inexplicável como acabamos adquirindo confiança em um personagem, que mesmo quando ele parece dar uma mancada, sabemos que deve haver algum motivo para tal e que ele na verdade não trairia a nossa confiança.
Já a Clary andou me irritando um pouco pois muitas vezes ela parece bem lerda em se dar conta dos acontecimentos ao seu redor, parece que qualquer pessoa é mais rápida em chegar a uma conclusão do que ela. Alguns personagens amadureceram, outros colocaram a confiança que temos neles em prova e outros prometerem revelar novos mistérios muito em breve...

Senti que a Cass se soltou um pouco mais nas partes cômicas e ousou também. Além de  surpreender, envolveu ainda mais o leitor na história, aumentando nosso desejo de acompanhar cada detalhe que se revela, criando algo mais que laços com os personagens, algo especial e real. Assim como os vários sentimentos despertos, tudo com aquele clássico toque de humor.


Série Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare
Fonte: http://cassandraclare.com 
 
1) Cidade dos Ossos (City of Bones)
2) Cidade das Cinzas (City of Ashes)
3) Cidade de Vidro (City of Glass)
4) Cidade dos Anjos Caídos (City of Fallen Angels)
5) Cidade das Almas Perdidas (City of Lost Souls
6) Cidade do Fogo Celestial (City of Heaventy Fire)

Avaliação Final:
 

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário