1

16 julho 2014

~Resenha: Cidade das Cinzas - Cassandra Clare~

Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Ano: 2012
Número de páginas: 406
Assuntos: Ficção, Fantasia, Suspense, Romance

Sinopse
Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.

Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?

Valentim mostra que não irá descansar enquanto não conseguir o que deseja, mesmo que para isso precise derramar o sangue dos seres do submundo, sem piedade daqueles que atravessarem seu caminho...

O que falar dessa série que mesmo tendo lido somente os dois primeiros livros já considero pakas!! rsrsrs Cassandra Clare conseguiu me conquistar ainda mais depois desse livro.
Dando continuação aos eventos do livro anterior, Cidade de Cinzas vai mostrar que Clary e Jace continuam lutando contra um sentimento de um amor impossível e que por causa das ações de Valentim, Jace está sendo acusado de ser cúmplice e espião do mesmo. Eis que surge a Inquisidora Imogen, que aparenta querer somente prender Jace em uma cela para que ele apodreça lá. Mas o que ninguém esperava era que Valentim armasse um plano ardiloso para conseguir colocar as mãos no segundo instrumento mortal, a Espada do Anjo Maellartach.

"- O desejo nem sempre diminui com o desgosto. Nem pode ser outorgado, como um favor, aos mais merecedores. E como as minhas palavras impõem a minha magia, você pode saber a verdade. Se ela não deseja o beijo dele, não será libertada.". Pág. 163"

Comecei a leitura sem nada a esperar, afinal não tinha lido a sinopse só tinha ideia de que a inquisidora iria aparecer para acusar Jace. Das primeiras páginas até próximo a metade do livro, a leitura fluiu bem lentamente, o que foi uma surpresa considerando que amei o primeiro livro da série. Mas logo percebi o porquê. Essa primeira parte foi mais introdutória, onde a Cassandra explora mais os detalhes da história, o que acabou deixando-a um pouco mais lenta, parada. E assim como fez no primeiro livro há o momento em que ela nos joga uma bomba (Pelo menos considerei como uma), algo envolvendo Simon que não posso revelar, algo que eu nem poderia chegar a cogitar e a partir dai o livro começa a ter mais ação.

"- Não fui eu que tranquei você aqui. Não sou que o ameaço e desconfio de você. São os Lightwood e os amigos da Clave - Valentim fez uma pausa. - Vê-lo assim, ver como o trataram e ver que mesmo assim você continua estoico... Estou muito orgulhoso de você.[...] - Eu o imaginava como o menininho que deixei para trás em Idris, que obedecia a cada um dos meus desejos. Em vez disso encontrei um jovem obstinado, independente e corajoso, e no entanto, eu o tratei como se ainda fosse uma criança." Pág. 95

A construção da história ficou muito boa, cada ponto se ligando ao outro, sem falar nos mistérios que vão sendo acrescentados ao longo história. Os poderes de Jace e Clare começam a serem revelados. Destaque para o Magnus que continua charmoso e mais irresistível do que nunca.
Já a Clary me irritou um pouco, caindo no meu conceito, está sempre alheia as coisas a sua volta, fazendo perguntas que por várias vezes beirava o ridículo, pois afinal, ela é uma caçadora de sombras  mesmo que novata, as respostas eram bem óbvias até eu que ainda não me aprofundei muito na história da série saberia quais seriam as respostas. Fora que tem momentos que seu modo de agir foge completamente do seu "normal". Simon continua encantador sempre me fazendo sorrir com suas piadas. Valentim é sempre uma presença marcante dado o tom sombrio da sua personalidade.

Cassandra consegue nos instigar, assim desejamos cada vez mais descobrir os mistérios por trás desse mundo de Caçadores de Sombras, deixando espaço para formarmos nossas teorias e duvidarmos de alguns fatos e/ou personagens. Adorei como ela planejou o final, principalmente em relação a Simon, pois foi muito parecido com o que imaginei.


Série Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare
Fonte: http://cassandraclare.com
 
1) Cidade dos Ossos (City of Bones)
2) Cidade das Cinzas (City of Ashes)
3) Cidade de Vidro (City of Glass)
4) Cidade dos Anjos Caídos (City of Fallen Angels)
5) Cidade das Almas Perdidas (City of Lost Souls
6) Cidade do Fogo Celestial (City of Heaventy Fire)

Avaliação Final:


.: ~ * Beijinhos  Mundanos* ~ :.

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário