1

27 julho 2016

#Resenha: Morra por Mim - Amy Plum


Ficha Técnica
Autora: Amy Plum
Trilogia: Revenants
Editora: Farol Literário
Ano: 2013
Número de páginas: 424
Assuntos: Ficção, Romance Sobrenatural, Young Adult.
Adquira: Submarino, Americanas

Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.


~  ~   *  *  *   ~  ~

A pós o nascer de um romance, o segredo dos Revenants está ameaçado... e seus inimigos iram se aproveitar disso para tentar destruí-los.

Foi um pouco decepcionante, tinha uma grande expectativa quando a ele. Acreditava que seria uma história bem diferenciada, recheada de ação, sobrenatural com uma pitada de romance, até certa parte me palpite estava certo. A ideia sobre os Revenantes é bem interessante, foge do sobrenatural comum, nos instigando sobre sua existência, porém a autora acabo focando e dando mais importância ao romance, deixando a ação um pouco de lado. Apesar disso, creio que seu estilo de narrativa foi o que mais me influenciou na minha decepção, mesmo fluindo rapidamente, senti que a narrativa tinha que ser mais madura, se adequando mais ao estilo da história e aproveitando melhor sua potência.


"- Sabe, sempre ache que, se os séculos e séculos de fantasmas parisiense pudessem se materializar todos de uma vez só, ficaríamos rodeados por pessoas fascinantes. - Calei-me, subitamente envergonhada por revelar a alguém que eu mal conhecia tantas detalhes sobre um de meus mundos de sonhos" Pág. 61

Até as poucas tentativas de cenas engraçadas acabaram sendo bem fracas. Também senti falta de um pouco mais de detalhamento das paisagens. Outra impressão que tive foi de que a autora se apresso muito em relação ao romance do casal principal e depois ficou "adiando" as informações sobre os mistérios a cerca dos Revenants.

Vincent foi um personagem formidável, adorei se estilo e personalidade. Com m passado impactante e triste, ele se mostra forte, determinado e sensível. Uma pessoa extremamente sexy e apaixonante. O que se aplica a vários outros personagens que formam a sua família.
Já Kate foi o oposto, não gostei dela que além de ser a narradora da história, também tem ares de ser a heroína da mesma. Achei ela bem insossa, sem atitude, como se não tivesse vontade própria e fosse levada de um lado para o outro pelos outros. Alguns de seus diálogos foram bem rins, com perguntas e conclusões tolas, que me faziam pensar "Sério? Mesmo?". Talvez seja por isso que tenha sentido a falta de sentimento e vividez durante a leitura.


"O que é melhor, pensei, estar em segurança e sofrer sozinha, ou arriscar sentir dor e viver de verdade? Embora minha cabeça e meu coração estivessem me conduzindo em das direções diferentes, eu tinha certeza de que não queria que minha vida continuasse sendo o que tinha sido nas três últimas semanas: uma existência insosso, sem cor, calor ou vida.." Págs 269 e 270

Talvez se a autora tivesse trabalhado melhor a personagem, fazendo-a mais centrada/focada e interessada em saber os mistérios por trás de Vincent do que ficar babando e se derretendo pela beleza dele, Kate teria sido uma heroína a altura daquele que a ama e de toda a trama do livro.

O clássico conjunto: capa magnífica + sinopse misteriosa = a poderia ter sido uma história incrível. Enfim, a ideia principal da trama é muito boa, porém a autora pecou na execução, faltou mais cenas de ação e talvez eu tenha me equivocado em esperar muito do livro.


Trilogia Revenants - Amy Plum

1) Morra por Mim (Die For Me)
2) Até que eu Morra (Until I Die)
3) Se Eu Morrer (If I Should Die)

Avaliação Final:

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário