1

20 maio 2016

#Resenha: Almanova - Jodi Meadows


Ficha Técnica
Autora: Jodi Meadows
Série: Trilogia Incarnate
Editora: Valentina
Ano: 2013
Número de páginas: 288
Assuntos: Fantasia, Romance
Adquira: Submarino, Americanas
Sinopse
Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê. SEM-ALMA A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre... HEART Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos?

~  ~   *  *  *   ~  ~

U ma alma sem recordações passadas, que lutará para provar seu valor e descobrir os segredos por trás de sua estranha condição... Embarcando em uma perigosa e fantástica aventura.

Ana não é como os outros cidadãos de Range que vêm reencarnado ao longo de milhares de anos. Ana é uma Almanova, não possui memórias de vidas passadas para contar e não sabe se quando morrer poderá reencarnar. Por isso, passa os seus primeiros 18 anos de vida sendo maltratada pela mãe, com quem vive em um chalé isolado em uma montanha.
Até que decide partir para Heart, cidade onde nasceu. No caminho acaba enfrentando vários perigos como: sílfides, dragões, trolls e centauros, mas também acaba conhecendo Sam, um rapaz que além de salvá-la, a ajuda achegar até Heart e a conhecer um pouco mais sobre o povo da cidade.
Ao chegarem em Heart, Ana percebe que além de coisas bizarras que rodeiam a cidade (uma torre central onde não há nenhuma porta de entrada, só palavras entalhadas ao redor falando sobre Janan, o qual o povo acredita ser o criador de tudo mas que ninguém nunca viu. E muros, que ao tocá-los, é possível sentir uma pulsação como se sangue fluísse através de uma artéria). Também irá enfrentar a rejeição do povo da cidade, que teme que o fato da jovem ser uma Almanova possa alterar o destino deles e da própria cidade.
Ana nem desconfia que as respostas podem estar onde menos se espera e que enfrentar a resistência do povo de Heart não será nada comparado a batalha terrível que os espera, assim como suas consequências.


"- Não é questão de homenagear a antiga carne, mas de reconhecer as vidas e as realizações passadas. É um modo de lembrar. Depois de viver por tanto tempo, é fácil esquecer o que aconteceu e quando." Pág 43

Almanova tem uma história bem diferente do que estamos acostumados a ler. Isso, junto com um toque lírico e delicado a tornaram tão interessante quanto apaixonante. Utilizando como tema central a reencarnação, amizade e elementos sobrenaturais, a autora conseguiu aprofundar muito bem a trama e seus mistérios.
O começo do livro logo desperta a nossa curiosidade acerca do porquê Ana ser diferente e ser maltratada pela mãe, que relação ela teria com o fato de ser uma Almanova. Logo, mais mistérios vão surgindo e se misturando aos já existentes. E quando tudo começa a ser revelado, surpreende o leitor com a criatividade e genialidade dos fatos.


"Inspirando o perfume de seus cabelos, percebi que precisava dele durante toda a vida, mesmo antes de nos conhecermos. Primeiro, a música e o modo como me ensinara por meio de livros e gravações. Depois, ele salvou minha vida e se recusou a me abandonar, por mais que eu merecesse." Págs. 147 e 148"

O romance foi dosado da maneira certa, nada meloso o cheio de mimimi, algo maduro e sério, seguindo o mesmo tom no restante da história. Algo que contribuiu também foi o perfil dos personagens: fortes, misteriosos e únicos, cada qual com seu propósito e peso.
Sam foi um dos meus queridinhos, amei sua personalidade e caráter. Ele transmitiu muito bem a ideia de como seria se as pessoas lembrassem de suas vidas passadas, como seria gracioso recordar das pessoas com quem tivemos amizades, amamos ou do conhecimento adquirido pelo tempo. Porém, também seria sofrível ter gravado em nossas memórias os momentos agonizantes de cada morte vivida o assistida, principalmente no caso de Sam, onde as mortes tendiam a ser terríveis.
A única que tive vontade de socar foi a Li, mãe de Ana, a mulher era o demônio, fazia coisas tenebrosas com a garota, sendo que ela nem entendia o por quê.


"- Sam. - Senti como estivesse me engasgando. Ou me afogando. Talvez um pouco das duas coisas. Ele parou de caminhar, de qualquer forma. - Você me perguntou como eu saberia quem você era.
Silêncio.
- Eu sempre vou saber." Pág. 189

A narrativa é simples e direta, porém poética, nos envolvendo cm a beleza que norteia todo o mistério. Gostei bastante do rumo que a história tomou, deixando aquele clássico gostinho de quero mais. Estou muito curiosa para saber como o povo de Heart irá lidar com sua nova realidade, e que rumo Ana, Sam e tudo em sua volta irá tomar.
Tenho que falar sobre a parte gráfica, que fico maravilhosa! A capa além de linda, tem tudo haver com a personagem Ana, assim como a imagem de borboleta no inicio de cada capitulo.

Enfim, um livro recomendadíssimo, principalmente para os leitores que procuram algo de novo e diferente. Estou ansiosa para ler o segundo da trilogia.


Trilogia Incarnate - Jodi Meadows

1) Almanova (Incarnate)
2) Almanegra (Asunder)
3) Infinita (Infinite)


Avaliação Final:

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário