1

03 janeiro 2015

~Resenha: O Grande Ivan - Katherine Applegate~

Ficha Técnica
Autora: Katherine Applegate
Selo: Novo Conceito
Ano: 2014
Número de páginas: 288
Assuntos: Ficção, Infantil


Sinopse
Meu nome é Ivan.
Eu sou um gorila.
Não é tão fácil quanto parece...

Ivan mora dentro de um shopping e nunca tinha pensado em voltar para a natureza até o dia em que a pequena Ruby, um filhote de elefante, foi comprada pelo dono do circo.
Baseado em fatos reais, O GRANDE IVAN é uma história deliciosa, cheia de humor, ao mesmo tempo doce e inteligente, sobre os direitos dos animais e sobre a força da amizade.
Não importa quantos anos você tem... Você deveria ler este livro hoje, agora mesmo. Aliás, o que você está esperando para começar?

A beleza de uma amizade sem preconceitos, capaz de resistir ao maior dos desafios... O que você seria capaz de fazer para ajudar um(a) amigo(a)?

A história narra pelo ponto de vista de Ivan, vai contar um pouco do seu dia a dia como uma atração do Grande Shopping e Fliperama da Saída 8. Vivendo em uma jaula há 27 anos, Ivan não é só um gorila mas também um artista, adora pintar, mesmo que suas artes sejam referentes a bananas ou a coisas que estão ao seu redor ou que às vezes pareçam borrões que só ele seja capaz de compreender o significado, gosta também de assistir TV, comer e brincar com seu balanço de pneu. O dono do shopping, Mack, viu no talento de Ivan um jeito de ganhar um extra, então vende seus desenhos na lojas de presentes do estabelecimento.
Tudo acaba mudando com a chegada da pequena elefante Ruby, Ivan começa a repensar sobre tudo pelo que já passou e ao ver Ruby em apuros tão uma grande, arriscada e importante decisão....

"Em momentos como esse, eu gostaria que os humanos me entendessem da forma como eu os entendo.
Não é tão ruim assim, eu queria dizer àquele garotinho. Com o tempo, você acaba se acostumando a quase tudo. Pág. 31"

Antes de lê-lo havia visto vários comentários positivos sobre a obra, estava com grandes expectativas para conferir como seria uma história desse tipo.
Em um boa parte do começo do livro nós é apresentado como Ivan vivi, seu dia a dia, seus pensamentos sobre o que acontece ao seu redor. Conhecemos também sua amiga Stella, uma elefante que mora ao lado de sua jaula, que ao contrário dele, tem que se apresentar em um picadeiro três vezes ao dia, 365 dias por ano, e seu companheiro Bob, o vira-lata que adotou o shopping como lar.
O começo foi um pouco lento e algumas vezes até cansativo, pois a autora manteve os capítulos curtos, sendo alguns formados por somente uma frase, e com isso também quis mostrar como cada ponto da vida de Ivan. Levando em conta que o livro tem um público alvo Infantil, até entendo seu estilo de escrita, para facilitar a compreensão de seus pequenos leitores, mas mesmo assim penso que a quantidade de páginas que o livro possui foi desnecessária, poderia ser reduzido que não tiraria a essência da historia.

"O crescimento de um gorila é como o de qualquer outra espécie. Você comete erros, brinca, aprende. E faz tudo outra vez.
E foi, durante algum tempo, uma vida perfeita. Pág. 125"

Ivan consegue transmitir suas emoções, sensibilidade e inocência com maestria e nos faz refletir sobre a importância de se cuidar dos animais, de como o ser humano pode ser capaz de fazer tanto maldade, os usando em prol de um benefício próprio, como bondade, cuidando e protegendo-os.
Podemos ver a força da amizade, companheirismo e compaixão que um tem pelo outro. Quando a pequena elefante Ruby aparece, o livro toma uma guinada diferente e começamos a nos envolver mais na sua história, e ao vermos e sentirmos pelo que Ruby está passando, começamos a torcer mais e mais para que Ivan consiga realizar seu desejo.

"Ela passa uma folha de papel para dentro da jaula. É um desenho meu e de Ruby. Estamos comendo iogurte com passas. Ruby brinca com outro filhote de elefante, e eu estou de mãos dadas com uma linda gorila.
Ela tem lábios vermelhos e uma flor no cabelo.
Eu observo, como sempre faço com os desenhos de Júlia, como um rapaz elegante. Mas há algo diferente neste desenho
Nesta imagem, eu estou sorrindo. Pág. 231"

É um livro tocante, profundo, que nos leva a amar ainda mais os animais, a parar e pensar como se estivéssemos em seu lugar e como a solidão pode ser cruel para a maioria deles. Não foi tudo que eu imaginava, mas gostei da proposta da autora em ressaltar a importância de se preservar a natureza e os animais, pois acredito que é realmente disso que as novas geração precisam tomar consciência, algo que precisamos urgentemente fazer. Recomendo a leitura ;)


Avaliação Final:


Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário