1

23 setembro 2014

~Resenha: A Garota que Perseguiu a Lua - Sarah Addison Allen~

Ficha Técnica
Autora: Sarah Addison Allen
Selo: Planeta
Ano: 2012
Número de páginas: 256
Assuntos: Ficção, Romance
Adquira: Submarino, Americanas

Sinopse
Emily Benedict foi para Mullaby após a morte de sua mãe. Ao chegar à cidade e conhecer seu avô ela percebe que os mistérios do lugar nunca são resolvidos: eles são uma forma de vida.
Existem quartos cujo papel de parede muda de acordo com o seu humor, luzes estranhas aparecem no quintal à noite e Julia Winterson, a vizinha, consegue cozinhar a esperança em forma de bolos. Emily percebe que sua mãe esteve envolvida no maior mistério da cidade, e conta com a ajuda de Julia para desvendá-lo. Em Mullaby nada é o que parece.

Mullaby era uma cidade que tinha tudo para ser mágica e recheada de mistérios, mas acabou sendo encoberta por um história sem grandes atrativos...

Começamos com a chegada de Emily em Mullaby para viver com seu avó Vance, após a morte de sua mãe. Logo ela percebe que seu avó não é uma pessoa comum, além de gigante, aparenta ser uma pessoa distante e que está sempre "fugindo" de sua companhia. Surge também um mistério envolvendo a família Coffey e sua mãe Dolcie. Em meio a história de Emily também nos é apresentada a de sua vizinha Julia, que acredita ser possível trazer quem ela procura através do aroma de um bolo....
""Não espere que o mundo mude, Emily", sua mãe costumava dizer algumas vezes com um voz frustrada. "Mude-o, você mesma!" Pág. 28"

Este livro já estava a um bom tempo na minha estante, resolvi finalmente lê-lo pois queria algo mais light mas ao mesmo tempo mágico e envolvente, porém tive uma pequena decepção ao lê-lo. O começo foi bem devagar, onde a preocupação maior era frisar que "havia o tal segredo de Dolcie" e isso me irritou um pouco, porque nenhuma pista (mesmo que mínima) era dada, tornando-se algo repetitivo e chato.
Lá para a página 68, começa nos ser revelado um pouco do passado dos personagens, deixando a história mais interessante, primeiramente sobre Julia e depois Vance, revelando o porque dele ser tão reservado e tímido. A narrativa é leve, prazerosa, tornando a leitura rápida e fluída.

"[...] Há uma promessa de felicidade por ai. Eu sei disso. Até a sinto às vezes. Mas é como perseguir a lua: bem na hora em que você acha que a tem, ela some no horizonte. Eu fico triste e tento seguir em frente, mas depois o maldito troço volta na noite seguinte, me dando esperanças de pegá-la novamente.  Pág. 175"

A história oscila bastante há momentos em que somos instigados a querer saber um pouco mais sobre os mistérios que rondam a cidade, mas a outros em que o simples e metódico ato de repetição da menção de um acontecimento ou fato é desanimador.
O modo de agir da personagem principal Emily foi outro fator que me irritou, ela parece mais uma criança do que uma jovem, sem falar que é bem fraca tanto que a secundária Julia acaba roubando a cena em boa parte do livro. Aliás, acredito que Julia deveria ter sido a principal pois a história dela me envolveu muito mais e também foi mais emocionante. Win é um fofo, além de carismático e decidido. Gostei do segredo que envolvia os Coffey e Dolcie, não foi nada extraordinário, mas legal.
O final foi bem mais ou menos, na história de Emily tivemos o segredo que envolvia sua mãe revelado, mas em relação a história de Julia a autora escorregou feio, ela utilizou o último capítulo para dar conclusão a história da personagem, só que de uma forma bem "sem importância", pareceu que no último minuto ela resolveu escrever esse final, basicamente criando um novo personagem e assim resolvendo tudo, poderia ter usado mais algumas páginas e fazer algo mais "mágico" (É um pouco difícil explicar sem dar spoilers =/). A capa é magnífica e a diagramação especial compõe o restante da magia do livro.


Foi em sua grande parte um livro fofo e tranquilo. Faltou a autora ter explorado um pouco mais a tal magia de Mullaby, acrescentando mais mistérios deixaria a história muito mais empolgante, afinal só existem três coisas incomuns na cidade e uma delas já é revelada na sinopse do livro.
Para quem busca uma história para distrair e sem grandes emoções é uma boa opção de leitura. Mas não espere algo por algo surpreendente ou que tenha reviravoltas.

Avaliação Final:



Leia também:

Um comentário:

  1. Eu sempre quiser ler esse livro, esta na minha fila de leitura a tempos, uma pena que a autora deixou de explicar alguns detalhes. Adorei os quotes que você selecionou *_*

    Beijos,

    Lendo & Esmaltando

    ResponderExcluir