1

26 junho 2014

~Resenha: A Conspiração - Clive Cussler~

Ficha Técnica
Autores: Clive Cussler, Dirk Cussler
Selo: Novo Conceito
Ano: 2013
Número de páginas: 527
Assuntos: Ficção, Aventura


Sinopse
Uma embarcação romana naufraga no século IV. Durante a Primeira Guerra Mundial, um navio inglês é destruído por uma bomba. Atualmente, no Oriente Médio, ícones da fé islâmica são bombardeados. E um misterioso pergaminho relacionado à vida particular de Jesus pode limitar o poder da Igreja Católica.
Como eventos e fatos tão distantes podem ter alguma relação? O engenheiro naval Dirk Pitt (Diretor da NUMA – Agência Nacional Marítima e Subaquática) está acostumado a explorações subaquáticas — e a revelar mistérios indecifráveis — e parece ser a pessoa mais indicada para trazer a público o elo entre esses episódios tão incompatíveis. Mas a que custo?
Uma aventura que mistura ficção e realidade em uma criação cheia de surpresas e mistério. Acompanhe o incansável herói Dirk Pitt em uma história em que arrepiantes artefatos religiosos, a CIA e o Mossad misturam-se às mais magníficas construções da arquitetura medieval.

N o fundo do mar se escondem vários mistérios, assim como relíquias. Mergulhe com Dirk e sua tropa em busca de tesouros antigos e grandes descobertas regadas à muita ação.....

No Prólogo nos é contado como a embarcação Romana e o Navio Inglês naufragaram. Logo depois começa a parte atual da história, onde vamos conhecer Dirk Pitt, seus amigos e familiares.
O livro pode ser um pouco assustador por seu tamanho (Tá, não tão grande), mas a história contida nele vale cada página. Complexo, recheado de ação e mistérios, A Conspiração nos leva em meio a uma aventura no Oriente Médio onde dois irmãos desejam a todo custo reviver o Império Otomano, isso em meio a escavações, mergulhos, tesouros antigos e mistérios acerca de dois antigos naufrágios.
"Loren ergueu-se na ponta dos pés e olhou fundo nos olhos verdes de Pitt, as sobrancelhas enrugadas. azlo ficou em silêncio por um momento.
- Ainda bem que eu sabia, quando me casei com você, que sempre teria de conviver com o mar como a sua amante - disse ela.
- Felizmente - respondeu ele com um sorriso irônico, puxando-a para si -, tenho um coração grande o bastante  para as duas. Pág. 46"

Confesso que peguei o livro para ler sem expectativa alguma e tinha até um certo receio pelo tamanho do livro e por não ter lido nada do autor, acabei me surpreendendo. A narrativa do livro flui de forma contínua e prazerosa, conforme as páginas vão virando temos a sensação de quer ler mais e mais, até não conseguir mais largá-lo. A história, por ter pontos referentes a religião e épocas antigas é bem densa, principalmente em relação as informações que o autor quis passar ao leitor, por isso, aconselho lê-lo de forma despretensiosa, devagar, para apreciar os detalhes históricos e não correr o risco de se perder em meio aos acontecimentos que se seguem.
O livro é dividido em 4 partes contendo capítulos curtos narrados em 3ª pessoa, vários deles intercalam acontecimentos que envolvem vários personagens e que conforme a leitura vai progredindo, começam a ligar vários pontos da história. Como se um grupo de pessoas se separasse para que cada uma fosse descobrir algo que no final ajuda a resolver o mistério. Isso adicionou uma dinâmica muito interessante ao livro, além de tornar a leitura ainda mais instigante, pois o autor consegue nos transportar em meio aos mistérios e ir revelando-os aos poucos.
"[...]Outra advertência funesta recebida do arcebispo. Ousaria dizer que eles parecem não se deter por nada para obter o que querem. Tenho pouca dúvida de que já tenham invadido Broome Park para dar uma olhada. A minha reação com certeza os manterá a distância.  Pág. 227"

Os personagens são encantadores e são muitos rsrsrs. Dirk Pitt me lembrou um Indiana Jones dos mares, carismático, centrado e decidido, não pensa duas vezes em arriscar o próprio pescoço quando o assusto é salvar vidas. Difícil não se apaixonar por todos os personagens, até mesmo vilões como Celik e Maria tinham seu charme, alguns tiveram uma participação maior que outros, mas praticamente todos se tornaram memoráveis. Claro que teve momentos em que quis esganar alguns por, sem perceberem, dar de bandeja para os vilões uma pista importante, rsrs.
O único ponto que me incomodou foram algumas pouquíssimas partes em que o autor monta cenas desnecessárias, que não teriam muita importância e poderiam ser facilmente narradas rapidamente e com menos detalhes.
"Lazlo ficou em silêncio por um momento. Pitt não era o homem que esperava encontrar a bordo do navio de pesquisas. Longe de ser algum cientista genial e inseguro, Pitt era um homem totalmente decidido. Pág. 387"

Além da narrativa, a construção e o desenvolvimento da história também foram esplêndidos, mostrando como tudo se encaixava perfeitamente. Quando me perguntava "como isso pode ter relação com aquilo" logo em seguida algo surgia para clarear minha mente, até mesmo perto do final, quando achava que uma ponta ainda estava solta, Clive e Dirk Cussler respondem formidavelmente a ela. As perseguições me tiraram o fôlego, senti angustia, ansiedade, aflição nos momentos tensos.
O conteúdo para se assimilar é vasto, particularmente, gosto muito de histórias que envolvem relíquias perdidas no tempo, acredito que por isso, não me incomodei com o detalhamento do livro, principalmente nas partes históricas. (E olha que não sou fã de livros muito descritivos).
Outra surpresa foi o tempo que levei para lê-lo, cerca de 6 dias - até me assustei xD - sem falar que este foi o primeiro livro de + de 500 páginas que eu li S2 *applause, applause* rsrsrs
Recomendadíssimo, mas não vá com desespero! Como disse, é para ser lido devagar, degustando cada parte e acontecimento ;)

Curiosidades:
Clive Cusller além de escritor é um arqueólogo marinho amador, escreveu mais de 50 livros, sendo 22 deles com o herói Dirk Pitt, A Conspiração é o 21º livro desta série, que pode ser lida fora de ordem, já que cada livro tem o seu final. Dirk Cussler é filho de Clive, escritor e presidente da NUMA, uma organização sem fins lucrativos fundada pelo pai, que se dedica a preservar o patrimônio marítimo através da descoberta, da pesquisa arqueológica e da conservação  de artefatos de naufrágios.
Entre suas obras de não ficção destacam-se, The Sea Hunters e The Sea Hunters II, que tratam das histórias reais de Cussler em busca de navios naufragados de importância histórica.


Avaliação Final:



.: ~ * Beijinhos * ~ :.

Leia também:

Um comentário:

  1. Oi Sam,
    Ainda não li esse livro, na verdade não é muito o meu estilo. Gosto mais de romances, sabe?
    Mas quem sabe não possa me surpreender com ele. Tá na estante, esperando a coragem.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir