1

10 maio 2014

~Resenha: Belleville - Felipe Colbert~

Ficha Técnica
Autora: Felipe Colbert
Selo: Novas Páginas (Novo Conceito)
Ano: 2014
Número de páginas: 304
Assuntos: Ficção, Romance, Nacional


Sinopse
Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício...

Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...

U  ma história de amor que tocará profundamente seu coração, fazendo-o não só querer construir o sonho de Belleville, como também vivê-lo....

Lucius acaba de se mudar para Campos do Jordão, para cursar Matemática na faculdade da região.
Alugou uma casa antiga, um pouco afastada e rodeada por um bosque, com o intuito de aproveitar o silêncio e tranquilidade do lugar. No primeiro dia algo nos fundos do terreno lhe chama atenção e logo depois descobre dentro de um galpão perto do bosque, um projeto amador de construção de uma montanha-russa. Por obra do destino Lucius encontra um foto antiga de uma bela moça, na foto ela está enterrado uma caixa próximo a um pilar de madeira, curioso, resolve ir além do galpão, nos fundos da casa, para tentar encontrar onde a caixa havia sido enterrada e se ainda estaria ali.
Mas o que encontrou foi vários pilares cravados na terra em sequência. Como os pilares divergiam de tamanho, Lucius analisou a foto e presumiu a altura daquele que estava procurando. Ao encontrar o pilar principal, que julgava ter sido o primeiro a ser colocado no terreno, cavou e ao se deparar com a pequena caixa de madeira, pegou-a e com delicadeza a abriu, para sua surpresa o tesouro lá escondido era uma carta, assim pode finalmente saber o nome da garota da foto: Anabelle e ao ler a carta, sem se dar conta, começou a fazer parte da bela e encantadora história de Belleville.
"Quero acreditar com todas as forças que é a própria Anabelle que as está escrevendo, por mais insano que isso possa parecer. Espero não estar sendo enganado.  Porém, mesmo que posteriormente alguém pule na minha frente dizendo que tudo não passa de uma enorme e fútil brincadeira, nada vai apagar a emoção que estou sentindo nesta hora em que escrevo. Nada. Pág. 119"

Poderia ser somente mais um romance como outro qualquer, com suas desculpas banais e etc....
Mas não em Belleville! É um romance, mas a questão maior aqui é como ele foi construído, como Felipe Colbert nos faz acreditar em uma força capaz de vencer uma barreira de 50 anos de distância, que o sonho de um fotógrafo em construir uma montanha-russa para filha, acaba se tornando o mesmo, tanto do personagem que vive no presente, quanto do leitor deste livro.
Fico muito feliz quando o livro de um autor nacional me empolga e surpreende. Pois é isso que precisamos, histórias novas, que envolva nossa atenção até a última página, nos instigue a saber se seu final será feliz ou algo terrivelmente inevitável.
"De todos os lugares do mundo, havia apenas um que eu queria visitar agora. Chances de a minha ida até lá ser em vão? Com certeza muitas. Mas é como dizem: não faça da sua vida um rascunho, ou poderá não ter tempo de passá-la a limpo. Pág. 152"

A narrativa flui naturalmente, alternando os capítulos entre Lucius e Anabelle, conhecendo assim, mais sobre a vida e o ponto de vista de cada um. É muito interessante como os elementos da história transformam a alternância de tempo em algo palpável, como se conseguíssemos viajar junto com as cartas dos personagens, envolvendo-nos ainda mais na história. Misturar presente e passando, ainda mais com uma grande distância entre eles não é fácil, mas Felipe conseguiu encaixa perfeitamente os elementos. E as cartas, ah! Assim como os personagens, ficava ansiosa esperando quando a próxima iria aparecer. O livro transborda as mais variadas emoções, tanto pela encantadora história, quanto pelos personagens adoráveis.
Lucius é um amor, só alguém muito forte e destemido largaria tudo para realizar o sonho de outra pessoa. Anabelle é meiga e muito fofa, mas confesso que na parte final do livro suas atitudes me irritaram um pouquinho, mas entendo que elas eram necessárias para o desdobramento que o autor queria dar a história. E o professor Miranda, uma figura!
"Demorei um pouco para fazer não com a cabeça. Parecia ser uma boa ideia confirmar, mas eu estava querendo desistir de todas as mentiras. Embora aquela casa fosse enorme, não havia mais espaço para elas. Pág. 244"

Como não se apaixonar por Belleville? Uma história genial (pode até ter histórias parecidas em relação ao passado/presente, mas essa é melhor u.u rsrsrs), fascinante, que fará você rir, se emocionar e torcer para que a história de um amor impossível possa se tornar real. Que as tristezas e amarguras desapareçam, restando somente a alegria e o amor.
Ah, a capa, não poderia deixar de comentar: Ficou tão maravilhosa quanto a história ;D


É um livro:


.: ~ * Beijinhos * ~ :.

Leia também:

7 comentários:

  1. Oie =)

    Eu não dava nada por este livro, mas sua resenha me fez mudar de ideia =)
    Obrigada pela dica, com certeza vou ler em breve

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  2. Aiiii Ameiii <3 Nossa! Os escritores brasileiros estão arrasando messmoooo!! Adorei a resenha Samanta, eu sinceramente tinha visto ele no skoo, só que nao cresceu aquela vontade de pesquisar e tal, apenas por ver a capa hahah infelizmente eu tenho essa de nem ver, só pela capa, mas pelo tempo na maioria das vezes hahaha Nossa eu nao pensei que seria assim o livro, apaixonei pelo Lucius haha logo na primeira citação haha esse entra para minha lista de prox leitura haahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente os nacionais estão surpreendendo pelo talento <3
      Às vezes também faço isso, pois querendo ou não a capa é uma "carta de apresentação" de um livro.

      Excluir
  3. Esse livro tem uma capa linda de morrer <3.
    A história parece ser mega interessante e o fato de você ter favoritado revela muito sobre a obra. Estou morrendo de curiosidade e espero poder ler logo.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Estou tãaaao curiosa com esse livro! Quero muito ler mas não comprei ainda, espero poder comprar em breve. Essa capa me chamou muito a atenção, é linda <3
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sam,
    Não consegui ver o vídeo das leituras mas vi que tinha resenha de Belleville e vim correndo comentar *0*
    Ah, esse livro é uma graça. Ele mexeu muito comigo e me deixou tão encantada quanto angustiada. Felipe traz um conto de fadas e mexe com o meu tema favorito: viagem no tempo. Eu adoro essa temática. Sua resenha tá maravilhosa.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir