1

23 março 2014

~Resenha: Azul da Cor do Mar - Marina Carvalho~

Ficha Técnica
Título: Azul da Cor do Mar
Autora: Marina Carvalho
Selo: Novas Páginas (Novo Conceito)
Ano: 2014
Número de páginas: 336
Assuntos: Ficção, Romance, Nacional


Sinopse
ACASO, DESTINO OU LOUCURA? No caso de Rafaela, pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível.
Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando da Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do mundo.
Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços –, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego.
Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.

O destino seria capaz de pregar tantas "peças" e nos levar diretamente a tomar decisões que, sem nos darmos conta, acabariam mudando o rumo de tudo que imaginávamos?...

Depois de conseguir entrar como estagiária na área investigativa do Jornal de Minas, Rafaela agora tem que lidar com a implicância de Bernardo, editor da área, ao qual foi designado para trabalhar junto com ela. Bernardo no começo faz de tudo para irritá-la e deixá-la de fora das coberturas jornalísticas que ele faz, mas ao fazer o seu primeiro acompanhamento de um julgamento Rafaela acaba tendo a súbita ideia de redigir o texto sozinha e mandar para a Editoria, com isso acaba tendo uma grande surpresa.....

"Como ele estava sempre com a cabeça enterrada num boné, eu não conseguia enxergar seu rosto. Tudo o que eu via era um corpo magro, normalmente enfiado numa bermuda larga e numa camiseta sem manga, e mechas de cabelo castanho-claro escapando pelo boné. Ah! E uma mochila xadrez pendurada nos ombros. Pág. 06"

Não se trata de um conto de fadas, nem é melosa e cheia de grandes fantasias, mas sim uma história baseada na realidade, pois acredito que o que aconteceu na vida de Rafaela poderia acontecer na de qualquer um, tamanha a realidade e naturalidade com que a Marina Carvalho narrou essa linda, divertida e fofa história de amor.
Alguns podem vir a dizer que vários fatos seriam bem previsíveis, mas mesmo tendo ideia de que algumas partes aconteceriam de tal forma, o leitor se pega, justamente, torcendo para que aquilo aconteça, incentivando-o também a querer saber como tudo irá se desenrolar. Mas também temos várias surpresas durante a leitura!
Os trechos das aberturas dos capítulos (extraídos do Manual de Redação da Folha de São Paulo e do jornal O Globo) foi uma ideia fantástica, deu um toque ainda mais especial ao livro, além de servirem como dicas para nós, blogueiros e leitores.

Queria tirar uma foto mais nítida, mas minha câmera não permite .-. sorry

"Os seres humanos vivem dando prova que o amor é passageiro, até mesmo inexistente. Conheço poucas pessoas que conseguem viver um grande amor, desses que duram e mantêm a chama acesa por muito tempo. Quanto ao cara aqui do meu lado, o nome dele é Dom. Estamos atrapalhando o sono dele. Pág. 185"

As conversas e até mesmo desavenças fluem de modo tão natural, que dão ainda mais vida a historia e cheguei a me identificar com a Rafaela em algumas partes. Já as que foram escritas em formas de mensagens, demonstram o perfeito entrosamento dos personagens, sem ficar chato ou algo mecânico, na verdade, por muitas vezes me senti como se eu fizesse parte do livro, vivenciando os erros e acertos da Rafa S2
Sem falar que me ocasionou vários risos, sorrisos, momentos de alegria, esperança e ansiedade! Teve um ponto que não consegui mais para de lê-lo, minha curiosidade (estou parecendo a Rafa ^-^), não deixou eu largar o livro até chegar ao final. Os personagens são super carismáticos, o difícil é não se apaixonar por todos eles (tá com exceção da Gisele, aquela assanhada u.u).

"Mudei do riso à ira em dois segundos. Fiquei de pé de repente, atraindo a atenção de todos - um fato até bem corriqueiro para mim nos últimos tempos.
Enganchei as mãos na cintura e fuzilei Gisele com o olhar.
- Inveja? Do seu assanhamento, da sua atitude despropositada, da sua falta de vergonha ou de todas as alternativas anteriores? Pág. 218"

Este é o primeiro livro da Marina Carvalho que leio e posso dizer que irei acompanhar todas as obras que ela lançar, assim como as que já foram lançadas, pois foi uma leitura muito prazerosa e cativante. Desejo muito sucesso a autora, ela merece e que tenhamos vários outros livros tão apaixonantes quanto esse!


Avaliação Final:



.: ~ * Beijinhos * ~ :.

Leia também:

5 comentários:

  1. Oi Samantha.
    Que bom que gostou da história. Esse livro da Marina Carvalho parece muito legal, daqueles previsíveis mas, que ainda assim nos encanta seja pela história ou pelos personagens.
    Beijos
    All My Life in Books

    ResponderExcluir
  2. Olá!!

    Livro nacional? Tô dentro!!
    Curti a temática e a resenha, bem como a sinopse. E histórias realistas são sempre bem-vindas.

    Vou adicionar o título na minha lista de desejados...

    Até a próxima!

    ResponderExcluir
  3. Olá Samantha,

    Esse livro esta na minha lista de espera de leitura, li o primeiro da autora e confesso que esperava mais, mas sua resenha me animou, vamos ver....abraços.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Quando a Novo Conceito anunciou os lançamentos de fevereiro, lembro-me de ter ficado bastante animado com Azul da cor do Mar. Não conheço ainda o trabalho da Marina, mas pretendia, e pretendo, conhecê-lo lendo esse mais novo trabalho dela - assim como você fez.
    Fico animado em saber que você gostou, e é bem provável que eu vá gostar também. Curto livros assim, leves e naturais, sem muita pretensão =)

    Abração,
    João Victor - Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adoro livros nacionais. Já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca pesquisei a fundo. Gostei da resenha, já vou colocar na lista de desejados.
    E só pelo fato da Rafaela ser atrapalhada, tenho certeza que isso gera boas risadas! HAHA
    Beijos,
    Gabrielle G.
    http://abcddolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir