1

27 setembro 2013

~Resenha: Corações Feridos - Louisa Reid~

Ficha Técnica
Título: Corações Feridos
Autora: Louisa Reid
Selo: Novo Conceito
Ano: 2013
Número de páginas: 256
Assuntos: Drama, Ficção


Sinopse
Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa.
Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa.
No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte...
Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?

Obscura e com cenas fortes, essa história vai fazer você refletir, chorar, enraivecer, dar valor a liberdade... e vai te conquistar pouco a pouco.


O livro ira contar a história de duas irmãs gêmeas não idênticas, Hephzibah uma garota linda, descolada e Rebecca, que sofre da síndrome de Treacher Collins, que deformou seu rosto, por isso é solitária, e vive nas sombras da sua irmã, apesar disso é muito cuidadosa com sua irmã, sempre à ajudando e acobertando.
Os capítulos, narrados em 1ª pessoa são intercalados, os que se referem aos momentos anteriores a morte de Hephzi são contados pela mesma, já os referentes a depois de sua morte são narrados por Rebecca, que começa contando como é difícil não ter mais a irmã ao seu lado, assim como também foi quando elas perderam a tão querida avó, que parecia a única que realmente as amava. Hephzi já nós passa a ideia de que conviver com sua família não é nada fácil, com um pai presbiteriano fanático e alcoólatra, que sempre estava pronto para descontar sua raiva usando violência, além das muitas privações, que o pai alegava serem coisas do demônio, ela não gostava nem um pouco da vida que levava.

"Pelo menos isso serviu para que eu me tornasse praticamente imune aos insultos dos outros. A minha presença o ofendia e ele sempre me fez saber disso. E a Mãe, a mulher que me dera à luz, nunca dissera nada. Ela e Hephzi eram obrigadas a achar graça e sorrir enquanto eu recuava mais alguns passos, deixando meu cabelo recobrir meu rosto, derretendo nas paredes, um fantasma de filha. Pág. 50"

Um livro que reserva grandes emoções, com um enredo sombrio, Louisa Reid, nos introduz em um mundo surreal, onde duas irmãs só pensam em quando poderão ser livres e viver vidas normais. A escrita da autora é incrível, você consegue se ver nitidamente dentro da história, seja sofrendo com Rebecca ou arriscando-se com Hephzi, sendo difícil até mesmo largar o livro.
Cheguei a ficar perplexa com algumas situações e isso que tornou o livro tão encantador, pois ao mesmo tempo que mostra cenas fortes e a luta das personagens para sobreviver, nos encanta com a profundidade do drama que os personagens vivem.

"Alguns não concordavam com o que ele estava dizendo, mas os loucos balançavam a cabeça e agiam de acordo com suas palavras. Eram do tipo que bania Mickey Mouse, que jogava no lixo convites para festas, que via algo satânico em esculpir uma abóbora no Halloween. Eram pais como Hephzi e eu tínhamos. Loucos que se vestiam com roupas normais, que sorriam e angariavam dinheiro para a caridade, malucos que ficavam de joelhos para rezar, mas que, tão logo estivessem seguros atrás de portas fechadas, tiravam as máscaras e deixavam o veneno irromper. Pág. 56"

Dos personagens, Rebecca com certeza ganha destaque. No começo pode até parecer que ela não passa de uma sombra da irmã, mas acaba se revelando a mais forte das duas, e não é só levar mais surras que suas irmã, ser a mais odiada por ser "feia", como se alto intitulava, mas por sua garra em não se importar de ter que sofrer mais para poder manter Hephzi a salvo, e como foi ainda pior depois da perda da irmã. Na parte final, consegui finalmente perceber isso tudo.
Já Hephzi me enraiveceu por muitas vezes, sei que ela provou um pequeno gole de liberdade e estava sedenta por mais, mas algumas da coisas que fazia com irmã não eram nem um pouco justas, mesmo que as vezes ela não percebesse que sua covardia fazia Rebecca sofrer ainda mais nas mãos do "pai".

"Vovó me disse para nunca odiar. Se você odeia, você perde quem você é. Você não deve odiar as crianças que olham ou os adultos que apontam. Apenas ignore-os, eles não valem suas lágrimas, dizia-me. E eu acreditava nela. Agora já não sabia se conseguiria me controlar. Eu queria tanto odiá-los que isso machucava mais que qualquer outra coisa. Págs. 166"

Alguns pontos Negativos...
Não ouse fazer essa pergunta! Rsrsrs

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Adorei o livro! É uma história triste, sim, mas não tem como não se surpreender, se encantar! Sem falar na capa e na diagramação que estão ótimas!
Teria bem mais coisas para escrever sobre ele aqui, mas não quero acabar soltando spoilers, e espero ter conseguido passar o que senti ao ler o livro, o que é um pouco difícil, afinal ele é um daqueles que só lendo para entender... Já favoritei e virei fã da autora ;D


Avaliação Final:



.: ~ * Beijinhos * ~ :.

Leia também:

5 comentários:

  1. Sam, o livro não tinha chamado a minha atenção pela sinopse e pela capa, mas só li resenhas positivas sobre ele e estou super curiosa pra ler.

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Achei a premissa desse livro tão interessante e depois de ler sua resenha, já entrou na lista de próximas leituras.rs
    Beijo
    http://allmylifeinbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei encantada com a história que você apresentou. Não esperava que fosse gostar tanto assim. Agora vou precisar ler esta maravilha. Obrigada por sua resenha tão linda e por me fazer escolher este livro pra ler. Amei sua indicação. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico muito feliz que tenha gostado S2
      Foi feita para vocês, com muito carinho! Beijoss

      Excluir
  4. Olá Samantha,

    Acabei de ler esse livro e logo vai ter resenha dele no blog...também gostei muito...um livro bem tenso.....parabéns pela sua resenha....abraços.



    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir